mulheres na liderança

O mercado de trabalho brasileiro enfrenta muitos  desafios em relação à presença de mulheres na liderança, que ainda continuam sub-representadas.

Desde 2015, a participação de mulheres em cargos executivos cresceu de 17% para 28%. Essa é a conclusão de estudo conduzido pela McKinsey que, pelo 9º ano em  2023, publicou o relatório anual “Mulheres no local de trabalho”.

Mas ainda há muito a ser feito!

A verdadeira paridade de gênero segue fora do alcance de muitas mulheres em cargos de média gestão e até mesmo a promoção para o primeiro cargo de liderança ainda é um grande desafio.

Embora haja avanços e uma maior conscientização sobre a necessidade de inclusão de mulheres na liderança, é fundamental continuar promovendo a igualdade de oportunidades e enfrentar os desafios sistêmicos que contribuem para a disparidade de gênero no ambiente de trabalho no Brasil. 

 

A importância da atuação ativa das empresas

 

O papel das empresas no desenvolvimento de habilidades em mulheres na liderança é crucial para promover a igualdade de gênero, diversidade e inclusão. Isso envolve a criação de uma cultura organizacional, com políticas e práticas inclusivas e ambientes de trabalho onde todas as vozes sejam ouvidas e respeitadas, independente do gênero.

Para isso, as empresas devem garantir que mulheres tenham acesso a oportunidades iguais de desenvolvimento de carreira e implementar programas de desenvolvimento, incentivo e recompensa para mulheres na liderança, que considerem as barreiras específicas enfrentadas pelo público feminino.

Isso tudo ajuda a superar vieses de gênero e contribui para que as mulheres tenham oportunidades justas de avançar profissionalmente.

 

10 formas de apoiar mulheres na liderança

 

O desenvolvimento de mulheres na liderança através de programas de incentivo e recompensa envolve a criação de um ambiente favorável, o fornecimento igualitário de oportunidades e o reconhecimento do desempenho, sempre considerando os desafios específicos das mulheres no mercado de trabalho. Conheça algumas iniciativas.

 

  1. Mentoria e Coaching:

Implemente programas de mentoria e coaching que conectem mulheres líderes experientes com aquelas que estão buscando desenvolver suas habilidades de liderança. Essas relações podem proporcionar orientação valiosa e apoio personalizado.

  1. Treinamentos Específicos:

Ofereça treinamentos específicos para o desenvolvimento de habilidades de liderança, como comunicação eficaz, tomada de decisões, gestão de equipes e resolução de conflitos. Certifique-se de adaptar esses programas para abordar desafios específicos que as mulheres possam enfrentar no ambiente de trabalho.

  1. Oportunidades de Desenvolvimento Profissional:

Proporcione oportunidades de desenvolvimento profissional, como workshops, seminários e cursos direcionados ao público feminino, que permitam às mulheres expandir suas habilidades e conhecimentos, preparando-as para papéis de liderança.

  1. Promoção da Diversidade e Inclusão:

Crie um ambiente de trabalho inclusivo, onde as mulheres sintam que são verdadeiramente escutadas e que suas contribuições são valorizadas. A diversidade de pensamento e experiência pode fortalecer a liderança.

  1. Feedback Construtivo e Reconhecimento:

Estabeleça um sistema de feedback construtivo que destaque conquistas e forneça orientação para o crescimento contínuo. Reconheça publicamente as realizações das mulheres líderes, reforçando uma cultura de reconhecimento e recompensa.

  1. Flexibilidade no Trabalho:

Ofereça modelos e formas de trabalho diferenciados, como horários flexíveis, trabalho remoto e políticas de licença que apoiem as mulheres em cargos de liderança, considerando as diferentes responsabilidades que podem ter, além do ambiente de trabalho..

  1. Programas de Incentivo:

Implemente programas de incentivo financeiro que recompensem o desempenho excepcional. Isso pode incluir bônus, participação nos lucros ou outros benefícios tangíveis (e até intangíveis) que apoiem as necessidades específicas das mulheres. Lembrando, claro, de começar por garantir a equidade salarial independente de gênero.

  1. Desenvolvimento de Rede Profissional:

Facilite oportunidades para que as mulheres construam redes profissionais. Participar de eventos, conferências e grupos de networking, internos e externos, pode proporcionar conexões valiosas e suporte mútuo.

  1. Acesso a Oportunidades de Liderança:

Garanta que as mulheres tenham acesso equitativo a oportunidades de liderança e projetos estratégicos. Isso pode incluir processos de promoção transparentes e garantir que as mulheres sejam consideradas para todos os cargos de liderança.

  1. Treinamento de Conscientização sobre Gênero:

Forneça treinamento regular sobre conscientização de viés de gênero para todos os funcionários, incluindo líderes. Isso pode ajudar a mitigar preconceitos inconscientes que podem influenciar decisões de promoção e avaliações de desempenho.

 

Conclusão

 

Criar um ambiente que estimula, capacita e desenvolve mulheres na liderança é fundamental não só para elas, como profissionais, mas também para que se sintam estimuladas a contribuir de maneira cada vez mais significativa para o sucesso das empresas. 

Nesse sentido, é fundamental que gestores analisem constantemente os progressos alcançados em relação à equidade de gênero, sinalizem possíveis atrasos na promoção de mulheres a cargos de gestão e garantam o desenvolvimento contínuo de mulheres na liderança.

Compartilhe este artigo com os homens e as mulheres de sua equipe para promover uma maior conscientização.