importância do branding

Empresas que desejam aumentar o volume de vendas e fidelizar seu público precisam compreender a importância do branding se quiserem que os resultados sejam permanentes.

Essa compreensão vai além das ações que trabalham a divulgação da marca e conquistam a atenção dos consumidores. Sabemos que uma marca para gerar frutos duradouros precisa criar uma conexão emocional com o cliente.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Customer Thermometer, mais de 65% dos 1000 entrevistados relataram possuir uma conexão emocional com uma marca ou empresa.

O Brand Management ou simplesmente Branding é uma estratégia de gestão da marca com o importante papel de colocá-la no topo do pensamento e preferência do consumidor, visto que há duas constatações muito básicas e evidentes:

 

1) O comportamento do consumidor mudou

O consumidor está mais exigente, não só em relação a qualidade e preço do produto ou serviço, mas também no que tange aos valores da empresa. 

Empresas que têm um compromisso com a sustentabilidade, a experiência do cliente que encanta, a diversidade e inclusão, dentre outras causas, conquistam a mente e o coração do consumidor e são as que tendem a permanecer de pé em tempos de crise.

É claro que os investimentos financeiros são muito importantes. A Coca-Cola é um bom exemplo, já que a marca não esconde que investe pesado em publicidade.

De fato, quando pensamos em Coca-Cola, imediatamente lembramos dos comerciais que encantam crianças e adultos, muitas vezes antes mesmo de pensarmos na bebida propriamente dita.

Na verdade, a marca já está a anos-luz daquele processo inicial de branding, onde são criadas as primeiras características, como a logomarca, mas continua reconhecendo a importância do branding em novas ações e por isso continua agregando à marca, um dos valores mais cobiçados pelo consumidor: Felicidade!

 

2) A concorrência está cada vez mais acirrada

Para conquistar o coração do cliente, algumas empresas não medem esforços para se adequarem às suas expectativas.

Descontos, cashback, prêmios, sorteios, entre outras ações, fazem parte das campanhas de incentivo com foco no aumento das vendas, engajamento com a marca e fidelização de clientes.

E o que está na base de todas estas ações? Branding!

Tamanha é a importância do branding que não adiantaria de nada realizar campanhas, não fossem as estratégias que zelam pela imagem da marca. Ou seja, não basta dar desconto, cashback  ou qualquer outro benefício se a empresa não se preocupa com a própria reputação. 

Todo esse trabalho de gestão da marca vislumbra tornar a marca mais atraente para seu público, de forma que ele permaneça fiel à mesma.

“Produtos são feitos nas fábricas, mas marcas são construídas na mente” 

(Walter Landor)

 

A importância do branding no incremento das vendas

O branding é uma estratégia de gestão da marca que precisa alcançar primeiramente seus clientes internos, ou seja, seus próprios colaboradores, principalmente os vendedores. 

Trabalhar a identidade e a personalidade da marca internamente é fundamental para que ao chegar no público externo a concepção da marca seja altamente positiva. Como um princípio básico do marketing, sabemos que vendedores vendem mais quando acreditam no que estão vendendo. 

A partir do momento que você percebe que a marca se solidificou dentro da empresa, um sentimento de segurança e credibilidade é gerado nos vendedores e isso consequentemente trará mais autonomia e autoridade na abordagem ao cliente.

O branding é responsável por destacar o diferencial da marca diante da concorrência em um mercado cada vez mais competitivo.

Em um pensamento mais analítico, podemos dizer que o branding tem papel fundamental para o incremento de vendas, visto que hoje em dia o consumidor não compra apenas um produto ou um serviço. Ele primeiramente precisa se identificar com a marca, conhecer e sentir conexão com seus valores agregados.

A importância do branding para o incremento das vendas pode ser medido ao analisarmos os parâmetros listados abaixo:

  • Confiança na marca;
  • Escolha pelos produtos ou serviços da marca;
  • Reconhecimento do valor agregado da marca;
  • Engajamento e lealdade à marca;
  • Boa taxa de conversão através de mídia orgânica;
  • Aumento no volume de vendas.

Se você consegue responder “sim” a todos esses itens, é sinal de que o trabalho de branding da sua empresa está funcionando e tem sua importância constatada.

 

Branding: pesquisa, planejamento e estratégia

Toda estratégia precisa de um bom planejamento com base em pesquisas para um trabalho bem executado, e com o branding não poderia ser diferente.

Se o comportamento do consumidor mudou e a concorrência continua acirrada, são as estratégias de branding que “cirurgicamente” renovam as marcas, com base em pesquisas sobre o comportamento do consumidor e em um planejamento com foco em análise de mercado.

O branding tem como função despertar sensações e criar conexões emocionais conscientes e inconscientes para que o cliente escolha uma determinada marca.

Toda marca cria uma personalidade na mente do cliente, seja ela positiva ou negativa, por isso a importância do branding para que todo o conjunto de estratégias seja positivo.

Ao criar uma marca, o setor de marketing tem a responsabilidade de executar um branding bem planejado, desde a escolha da logomarca (fonte, tamanho, cor etc) até as ações diárias, pensadas estrategicamente para construir a personalidade da marca na mente e no coração do cliente. 

Sendo assim, o papel do marketing é consolidar a marca, considerando que o sucesso dependerá da coesão de todo um conjunto de estratégias.

Empresas que estão colhendo os frutos de um bom trabalho de branding, precisam lembrar que para continuar alcançando resultados incríveis, será necessária uma constante atenção, análise e revisão das ações.

Com exceção das ações pontuais e sazonais que requerem estratégias mais focadas com início, meio e fim, o branding que mantém a marca viva na mente dos consumidores precisa ser muito bem orquestrado e acompanhar o comportamento do consumidor.

Uma marca é um conjunto de expectativas, memórias, histórias e relacionamentos que, juntos, são responsáveis por fazer o consumidor escolher um produto ou serviço em vez de outro.

(Seth Godin)

Conclusão

Se sua empresa não está conseguindo alavancar vendas, apesar de muitos investimentos, talvez seja necessário repensar as estratégias e reavaliar a importância do branding para o seu negócio.

Em algumas situações, às vezes é necessário um reposicionamento da marca, que seria um rebranding.

Converse com sua equipe de marketing e elabore um planejamento estratégico de branding com base em pesquisas sobre o comportamento do seu público consumidor e sobre as empresas concorrentes.

Uma ótima sugestão é começar a trabalhar o engajamento com a marca a partir de campanhas de incentivo, através de soluções inovadoras.

Muito sucesso em suas vendas!