gamificação nas empresas

A gamificação nas empresas é uma das mais eficazes estratégias para aprendizado, engajamento e alcance de resultados. 

 

Gamificação é um termo que adaptamos do inglês “gamification”, para o uso de técnicas baseadas em jogos que incentivam o aprendizado, engajam e motivam equipes através de tarefas ou desafios, de forma mais estimulante, divertida e prazerosa.

 

Nas empresas, esse método lúdico para estimular colaboradores através de jogos, vem conquistando cada vez mais líderes de equipes e de Recursos Humanos.

 

Um novo conceito?

 

Na verdade, o conceito da gamificação existe desde 1970 quando era associado a programação e desenvolvimento de softwares. Mas vários autores atribuem o termo ao programador britânico Nick Peeling, 2002, que defendia a ideia de que conceitos e mecânicas do mundo dos games poderiam ser aplicados ao contexto do mundo real, motivando as pessoas a solucionar problemas.

 

A gamificação como estratégia nas empresas ganhou força em 2010 na criação de sistemas de conquistas e recompensas. Empresários mais antenados com a tecnologia vislumbraram um mercado promissor onde poderiam utilizar a ideia dos jogos para promover maior interação entre serviços e consumidores.

 

Por que as empresas estão adotando a gamificação em suas estratégias?

 

Para entender melhor o porquê de as empresas se abrirem cada vez mais para a gamificação, precisamos entender a “nova” geração e seus hábitos.

 

Uma matéria do site MundoRH sobre a gamificação no período da pandemia, relata uma pesquisa encomendada pela BGS – Brasil Game Show juntamente com o Instituto Datafolha, onde o público gamer no Brasil representa mais de 67 milhões de consumidores de jogos eletrônicos. 

 

Essa mesma pesquisa aponta um aumento do público feminino nesse universo de videogames, representado por 47% dos jogadores e ainda que a faixa etária dos fãs de games no Brasil é de 30 anos de idade.

 

A Pesquisa Game Brasil (PGB) apontou que 75,8% dos gamers brasileiros jogaram mais no período de isolamento social. Além disso, 72% da população do Brasil joga algum tipo de videogame.

 

Sendo assim, levando em consideração que esse público de gamers também está inserido no mercado de trabalho, fica mais fácil entender a adoção da gamificação pelas empresas, como estratégia em diversos setores.

 

Para que serve a gamificação e sua aplicabilidade nas empresas

 

Não se trata apenas de jogos, mas sim de realização de tarefas profissionais sérias e desafiadoras, promovendo a melhoria no desempenho e na performance dos colaboradores, por meio de um método revolucionário gamificado.

 

Mas, ao perceber que os jogos fazem parte da rotina de muitos adultos atuantes no mercado de trabalho, algumas empresas implementaram a gamificação com diversas aplicabilidades. Veja algumas delas:

 

  • Treinamentos de equipes
  • Eventos corporativos
  • Campanhas de incentivo

 

Assim como acontece em todo jogo, é importante estabelecer regras, metas claras e recompensas por pontuação.

 

Exemplos de jogos corporativos

 

  • Quizzes
  • Pontuação
  • Jogos avaliativos
  • Ranking
  • Desafios
  • Missões

 

Como funciona para os colaboradores

 

Importante ressaltar que a funcionalidade dessa técnica de gamificação está relacionada à participação voluntária, sendo destacados três aspectos que atraem o ser humano:

 

  • A cooperação

 

Cooperação tem relação direta com engajamento, além de gerar uma satisfação pessoal interna, tanto para quem coopera quanto para quem recebe a ajuda. 

 

A cooperação cria laços entre os colaboradores que sabem que precisam se ajudar mutuamente para alcançar um objetivo. Isso gera aproximação e consequentemente, o engajamento entre as equipes e consequentemente com a marca.

 

  • A competitividade

 

Competitividade está no sangue de qualquer ser humano, seja em pequena ou grande intensidade. É como uma força motriz que impulsiona os colaboradores a batalharem por uma posição melhor. 

 

Dessa forma, em se tratando de jogo, passar para outra fase! Isso pode significar, uma premiação e até uma promoção de cargo. No entanto, trata-se de uma competitividade saudável e mais humanizada.

 

  • A recompensa

 

Jogar só tem sentido se for para ganhar. Essa história de que o importante é competir, ficou lá na nossa infância. rsrs 

 

Brincadeiras à parte, mas é uma grande verdade para os gamers. Em um jogo de videogame, por exemplo, o passar de fase já é um ganho, quanto mais na gamificação corporativa que motiva o colaborador a lutar pela vitória. E vitória significa obter uma recompensa.

 

De acordo com um levantamento da Research And Markets, via Economia SC, a produtividade das equipes aumenta em 90% com a implementação da gamificação, junto com a conscientização das metas do grupo que aumentam em 86%.

 

Como funciona para as empresas

 

Como via de mão dupla, a gamificação estimula a participação dos colaboradores, enquanto as empresas esperam por bons resultados, alcance de metas e objetivos, melhoria de desempenho e, obviamente, por lucro!

 

A gamificação é uma excelente estratégia, pois pode ser aplicada em todas as áreas, seja para treinamentos de equipes, eventos e campanhas.

 

A exemplo de usabilidade 100% on-line, a PlayerUm desenvolveu um Web App para a Convenção Anual da GSK que contou com cerca de 80% de participação, registrando uma taxa recorde de engajamento. Com dinâmicas interativas e sociais, o resultado gerou mais de 20 mil reações às mais de 2.500 postagens dentro dos 4 dias de evento.

 

Cases de sucesso

 

  1. Domino’s Pizza

 

Referência no segmento alimentício, a Domino’s Pizza está presente em vários países. Pensando em manter a motivação de seus colaboradores e a excelência no atendimento, a marca aderiu à gamificação com o método “Pizza Maker”, um treinamento que faz simulações para engajar colaboradores que são avaliados e recompensados por dominarem o menu e produzir pizzas com mais rapidez.

 

  1. Cisco

 

Empresa transnacional especializada em softwares, a Cisco investiu em um programa global de treinamento para seus colaboradores que, ao longo de 46 cursos independentes, foram instruídos a desenvolver suas habilidades em mídias sociais. A gamificação desse treinamento garantiu três níveis de certificação para os participantes: Especialista, Estrategista e Mestre. Nesse espírito competitivo, mais de 13 mil cursos foram realizados com mais de 650 colaboradores certificados.

 

  1. Salesforce

 

Promovendo um clima de competição saudável entre os colaboradores, a Salesforce, empresa de software com foco em soluções de relacionamento entre empresas e pessoas (CRM), utilizou um aplicativo de vendas para ranquear o sucesso de seus vendedores. De forma intuitiva, o app mostrava uma barra de progresso das equipes e exibia um guia de recompensas selecionadas pelos próprios colaboradores.

 

Vantagens da gamificação nas empresas

 

Através de um método divertido, as empresas conseguem atrair a atenção dos colaboradores para uma nova forma de apresentar resultados.

 

Portanto, a gamificação passa a ocupar o lugar das competições frias e muitas vezes ultrapassadas tornando o processo mais envolvente para as equipes, promovendo:

 

  • motivação;
  • engajamento;
  • melhoria de performance;
  • retenção de talentos;
  • feedbacks em tempo real;
  • competição mais humana;
  • facilidade no aprendizado;
  • avaliação de desempenho individual e coletivo;
  • clima organizacional equilibrado;
  • reconhecimento e recompensa pelo empenho individual e coletivo;
  • humanização nos relacionamentos interpessoais;
  • aumento da produtividade;
  • lucratividade.

 

“A gamificação gera um ciclo positivo em que chama a atenção pela inovação; instiga e motiva pela competição; prende a atenção pela interatividade e gera resultados mensuráveis para controlar e seguir evoluindo, sempre! A chave para o sucesso está na facilitação e comodidade da jornada, desde o primeiro clique. E, se o projeto for bonito e tiver adequação ao público, os resultados são imbatíveis!” (Flávio Stoliar, CEO da startup PlayerUm)

 

Conclusão

 

A gamificação nas empresas é uma forma lúdica e estratégica que motiva colaboradores na melhoria de desempenho e performance para o alcance de resultados esperados pelas empresas.

 

O método tem atraído empresas que já pensam fora da caixa, através de seus líderes e gestores que vislumbram resultados a partir de uma visão mais humanizada sobre os seus colaboradores.

 

Em conclusão, e sua empresa busca uma alternativa para estimular o aprendizado, motivar, engajar colaboradores, a gamificação precisa fazer parte das suas estratégias de negócios.

 

Sucesso e bons negócios!

 

Se você quer saber mais sobre a plataforma de premiação, acesse o link da Premmiar, e entre em contato com um de nossos consultores.