employerbranding

Employer Branding, ou marca empregadora em português, é um conjunto de estratégias muito utilizado pelas empresas que querem atrair e conquistar talentos de alta performance.

 

O objetivo é promover o engajamento dos colaboradores, gerar uma imagem positiva da marca e, quem sabe, entrar no ranking de melhores empresas para se trabalhar.

 

Para isso é necessário que principalmente os times de Recursos Humanos, Comunicação e Marketing trabalhem juntos e possuam um discurso conexo e alinhado com a cultura e objetivos da empresa.

 

 

Escassez de mão de obra qualificada

 

A pandemia tornou ainda mais difícil conseguir mão de obra qualificada.

 

Um dos motivos é que os melhores talentos aproveitaram as oportunidades para buscar empregos home office em empresas fora do país, onde ainda contam com a vantagem de ganhos em dólar.

 

“Muitas empresas olham agora para o mercado global como fornecedor de mão de obra, e todos os profissionais que têm capacidade técnica são alvos. Em relação ao mesmo período do ano passado, por exemplo, percebemos um aumento de cerca de 20% nesse tipo de movimentação, que se torna cada vez mais usual”, afirma Lucas Toledo, diretor da consultoria Page Group.

 

De acordo com um estudo gerado com a parceria entre a ManpowerGroup Brasil e O Futuro das Coisas, 54% das organizações de todo o mundo sentem o impacto da falta de trabalhadores com as qualificações desejadas. Este percentual é o mais alto em dez anos e apenas 18% dos países não relatam este como sendo um obstáculo a ser superado.

 

 

Como gerenciar essa crise?

 

“Acredito que essa crise possa inspirar um movimento em direção a uma liderança mais ética. As pessoas exigirão isso.”

(Adam Grant, psicólogo e professor da Wharton School -The Economist)

 

 

A fala de Adam Grant reforça o posicionamento dos profissionais que compartilham das mesmas preocupações dos consumidores e priorizam os valores éticos ao escolherem uma empresa para trabalhar.

 

Os profissionais estão buscando empresas com propósito e compromisso com as pessoas, com as comunidades e com o planeta, conforme a pesquisa Escassez de Talentos 2020, disponível no blog da Manpower Group.

 

 

O que os profissionais têm mais observado na hora de escolher uma empresa para trabalhar?

 

  1. Ética e transparência, incluindo as plataformas digitais;
  2. Impactos sociais e ambientais;
  3. Clareza em relação ao propósito da marca;
  4. O quanto a empresa está preocupada com o bem-estar e com o reconhecimento de seus colaboradores;
  5. Conteúdos humanizados.

 

 

Percebe-se portanto a necessidade das empresas em alinhar a boa conduta interna com uma boa imagem, e aplicar estratégias de Employer Branding tem sido uma excelente opção.

 

“A gente vive uma escassez de mão-de-obra qualificada muito grande – embora haja tantas pessoas desempregadas, seus perfis são atendem às demandas das empresas. Desenvolver uma estratégia de employer branding é um caminho inteligente para as organizações“, diz Wilma Dal Col, diretora do ManpowerGroup.

 

 

7 práticas de Employer Branding para fortalecer o engajamento de colaboradores com a marca

 

 

1. Fortaleça a cultura organizacional da empresa com a definição unificada do propósito, da cultura, da visão e dos valores da marca entre todos os colaboradores

 

Todos precisam acreditar na identidade da empresa. Para isso, é preciso autenticidade da marca e envolvimento de todos. Nenhuma empresa é perfeita, aliás, ninguém é perfeito, mas se todos estão conectados com os mesmos valores, o marketing positivo será espontâneo.

 

2. Promova o engajamento entre os colaboradores

 

A troca de experiências entre os colaboradores é uma grande aliada para a construção da boa imagem da marca. Pois, é o momento onde todos sentem-se parte e contribuem de alguma forma. Seja em um momento descontraído em um happy hour na empresa ou em uma reunião de trabalho, promova esses encontros com assuntos específicos a serem tratados.

 

3. Crie uma cultura de feedbacks

 

Os colaboradores precisam ouvir o que o líder tem a dizer sobre o trabalho deles. É uma das formas mais eficazes de amadurecimento profissional, já que é óbvio que ninguém gosta de ouvir que falhou, mas com o passar do tempo, ganha-se a confiança e eles vão em busca de crescimento e aperfeiçoamento. Estamos falando dos melhores talentos.

 

 

4. Comunique a marca empregadora

 

Tendo a cultura organizacional fortalecida internamente, a empresa já está pronta para se promover junto ao seu público por meio de ações de marketing. É hora de mostrar a que veio! Divulgue quem a empresa é de fato para atrair os melhores talentos que correspondam às expectativas.

 

5. Invista em conteúdo humanizado

 

Excelentes profissionais que você quer ter na sua empresa estão de olho na sua maneira de liderar e se relacionar com as pessoas com as quais você trabalha e com o público, em geral.

 

Criar e compartilhar conteúdo humanizado é um ótimo jeito de expressar seus valores e princípios no ambiente digital. Você pode fazer isso por meio de artigos, podcasts, vídeos, posts em redes sociais, newsletters e depoimentos. Dessa forma, líderes autênticos vão além de um discurso eloquente, mostram na prática a sua humanidade e empatia com suas comunidades e com o planeta.

 

 

6. Crie um planejamento de campanhas de incentivo e invista em uma plataforma de premiação e recompensas

 

A tecnologia é uma aliada das campanhas de incentivo e quando o assunto é engajamento de talentos, nada mais efetivo do que premiar de forma descomplicada quem apresenta resultados.

 

Quando a empresa valoriza genuinamente as pessoas, naturalmente elas se sentem mais satisfeitas e felizes. Com isso, fazem o melhor marketing “boca a boca” a respeito de onde trabalham.

 

 

 

7. Faça pesquisas de clima organizacional

 

A melhor maneira de saber como está a moral da sua empresa/marca é ouvindo quem trabalha aí dentro. Crie essa cultura de forma que todos sintam-se à vontade para responder as perguntas e participar de dinâmicas.

 

 

Benefícios da estratégia de Employer Branding:

 

  1. Fortalece a imagem da marca através da cultura e dos valores da empresa;
  2. Produz a boa reputação e provoca o marketing espontâneo em redes sociais;
  3. Atrai profissionais de alta performance;
  4. Reduz o tempo e os custos nos processos de recrutamento e seleção;
  5. Otimiza o clima organizacional;
  6. Diminui o turnover;
  7. Transforma colaboradores em defensores da marca;
  8. Potencializa o engajamento dos colaboradores.

 

 

Se sua empresa investe em Employer Branding para atrair talentos, saiba que isso não basta. Para manter os “músculos” da organização bem firmes, é preciso uma rotina de exercícios.

 

É como se exercitar para manter a saúde e a autoestima em dia. É uma estratégia para sempre! Se você parar, perde “massa magra” e pode até ganhar “gorduras” ruins e indesejáveis.

 

Em outras palavras, é preciso manter o foco nas pessoas e na essência da empresa, não só para atrair talentos incríveis, mas também para engajar as pessoas na cultura da marca. Caso contrário, ao invés de atrairmos defensores, corremos o risco de atrair detratores.

 

É claro que cada empresa irá investir de acordo com suas possibilidades financeiras. O importante é começar e dar continuidade, mesmo que as ações sejam simples e os resultados não apareçam rapidamente. Lembre-se dos exercícios. São diários!

Conclusão

 

Aplicar estratégias de Employer Branding é um excelente recurso para empresas que querem atrair e engajar profissionais de alta performance e, assim, desenvolver a cultura do incentivo e das recompensas e também construir junto ao público uma reputação positiva. Ou seja, cuide bem de quem já faz parte, reconheça e valorize seus talentos e contribua para a empresa formar uma rede engajada de pessoas embaixadoras e defensoras da marca.

 

Compartilhe este artigo em suas redes!